DOR NO OMBRO: Cinco dicas para você sofrer menos

244

O que posso fazer para me ajudar quando sentir dores no ombro ?

ShoulderPainHandout1

Existem várias maneiras em que você pode ajudar a si mesmo quando tem dor no ombro. 

GELO

Você pode saber se seu ombro está inflamado fazendo a comparação da temperatura ao toque, entre os dois ombros. De acordo, com estudos americanos o ombro mais quente estará inflamado. RA_Ice_001_1Neste caso um bloco pequeno de gelo pode ser útil.  Deixe o bloco de gelo no ombro, por cima do local dolorido por 10 minutos, certificando-se de proteger sua pele do contato direto com o gelo.

Basta envolver a barra de gelo em uma toalha úmida dobrada e terá um resultado bom na desinflamação de seu ombro. 

Reduzindo assim as dores a curto prazo.

REPOUSO E EXERCÍCIOS LEVES PARA A DOR NO OMBRO

Encontrar um equilíbrio entre repouso e exercício impede que seu ombro de enrijeça. Evite os movimentos que são mais dolorosos, especialmente aqueles fazem o braço ficar esticado ou que o levante acima da linha do próprio ombro.

No entanto, é muito importante manter-se ativo, mesmo se você tem que limitar os movimentos do ombro.

Ao levantar seu braço, você pode reduzir a tensão, mantendo seu cotovelo dobrado na frente do seu corpo e com a mão virada para o teto é um leve e bom exercício.

Ao abaixar o seu braço, dobrar o cotovelo, trazendo sua mão mais perto de seu corpo ajuda. Use o braço bom para ajudar a levantar o seu braço doloroso. Algumas pessoas acham que a colocação de uma almofada ou uma toalha enrolada sob a axila alivia a dor, vale a pena tentar.

Você também pode tentar exercícios para alongar, fortalecer e estabilizar as estruturas que suportam seus ombros. Você pode achar que é mais confortável fazer estes exercícios após a aplicação de gelo para o seu ombro.

POSTURA

Não se sente inclinando-se para a frente com o braço apoiando seu corpo. Esta posição pode fazer piorar a dor no ombro, especialmente se um pouco da dor é proveniente de seu pescoço. Sua postura corporal superior melhora se a região lombar é bem suportada.

posturaAo sentar-se, manter um travesseiro ou almofada nas suas costas e o braço apoiado sobre uma almofada no seu colo.

Ao dormir deite-se virado para o lado bom com um travesseiro sob seu pescoço. Use um travesseiro dobrado para apoiar o seu braço doloroso na frente de seu corpo. Outro travesseiro atrás de suas costas para evitar que você role e mude deposição durante a noite. 

DIA – A – DIA

Você pode tomar alguns cuidados para seu ombro não piorar no dia-a-dia dentro de casa e no seu trabalho.

– EM CASA: Ao limpa-la tente manter seu corpo ereto, como por exemplo com o aspirador de pó o mais perto possível do corpo, evite movimentos rápidos e repetitivos. Certifique-se que a tábua de passar está em uma altura acima da cintura. Utilize um carrinho ou uma mochila para transportar compras, ou dividir o peso entre dois sacos e levar um em cada mão. 

– NO TRABALHO: Tente manter uma boa postura quando sentado ou em pé. Evite segurar o pescoço em posturas fixas ou torcidas. Se você trabalha em uma mesa ou estação de trabalho, tentar levantar-se e movimentar-se de vez em quando. Se você usa um computador verifique se o teclado e o monitor estão diretamente na frente de você, assim você não tem que virar a cabeça ou torcer seu corpo. Mantenha o mouse perto de seus braços para que você não tenha que esticá-lo. Evite qualquer trabalho manual que você sinta dor.

Algumas empresas têm um departamento de saúde ocupacional que pode ser capaz de ajudar.

 

MEDICINA COMPLEMENTAR PARA DORES E INFLAMAÇÕES

Há muitos remédios complementares e de ervas diferentes, que podem  ajudar com o alívio da dor. Algumas pessoas se sentem melhor quando usam alguns tratamentos complementares.

No entanto, estes tratamentos não são recomendados pela maioria dos médicos, pois não há provas conclusivas de que eles são eficazes e possam substituir medicamentos químicos.

Analgésicos específicos para dores no ombro, analgésicos simples e cremes que você pode comprar na farmácia pode ser útil, mas não usá-los por mais de duas semanas sem procurar aconselhamento médico.